Pular para o conteúdo
Voltar

Governo do Estado fomenta 18 milhões para Instituições de Ciência e Tecnologia

Os laboratórios multiusuários desenvolverão serviços e produtos beneficiando várias áreas do conhecimento nas instituições acadêmicas e setor privado
Widson Ovando | Fapemat

Governador recebe Presidente da Fapemat e Reitores das ICTs - Foto por: Secom
Governador recebe Presidente da Fapemat e Reitores das ICTs
A | A

O Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (FAPEMAT), assinaram  os Termos de Concessão de Apoio Financeiro a Projeto de Pesquisa, no edital nº 009/2022-Laboratórios Multiusuários de Mato Grosso. No total foram aprovadas oito (08)  propostas, no valor contratado de R$ 18.879.184,96, distribuídos em vários ambientes de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I). Sendo três (03) para a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), duas (02) para a Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), duas (02) para Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e uma (01) para Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia e Inovação (SECITECI).

 

Os laboratórios ou complexos multiusuários (LM) são conjuntos de equipamentos e instalações modernas, altamente especializados, capazes de realizar testes e análises de alta complexidade científica, envolvendo equipe técnica multidisciplinar, voltado ao apoio e realização de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, gerando produtos, processos e negócios inovadores, atendendo à comunidade acadêmica, a iniciativa privada, governo (municipal, estadual e federal), em todo o estado, trabalhando em forma de Redes com sistema operacional de multitarefas.

 

“Estes projetos  têm como escopo, desenvolver serviços e produtos, tanto na comunidade acadêmica, como a externa, que além de produzir conhecimentos, prestará serviços para o estado, município e iniciativa privada. Outro grande avanço é que a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a partir dessa ideia trabalhada pela Fundação de Amparo à `Pesquisa do Estado de Mato Grosso (FAPEMAT), por meio do seu Presidente, com apoio do Governador do Estado, desenvolvemos junto aos nossos conselhos   um novo conceito de laboratórios multiusuários, que não seja voltado somente a uma área do conhecimento, trazendo mais desenvolvimento da Instituição e do nosso estado”, finalizou o reitor.

 

De acordo com o presidente da  Fapemat, Marcos de Sá, “o objetivo do edital era estimular a criação de uma rede de laboratórios que pudesse prestar serviços importantes para o estado e, assim, apoiar seu desenvolvimento. Este é o maior edital da história da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (FAPEMAT), sempre procuramos trabalhar em conjunto para formatar da melhor maneira um edital que  atendesse a todos os nossos parceiros”.