Pular para o conteúdo
Voltar

Primeira-dama é madrinha de projetos de pesquisa elaborados por mulheres através do edital da Fapemat

Os projetos foram selecionados pelo edital da Fapemat ‘Mulheres e Meninas na Computação, Engenharias e Ciências Exatas e da Terra’, lançado em março deste ano
Luana Daubian | Secom

Primeira-dama é madrinha de projetos de pesquisa elaborados por mulheres através do edital da Fapemat - Foto por: Jana Pessoa
Primeira-dama é madrinha de projetos de pesquisa elaborados por mulheres através do edital da Fapemat
A | A

A primeira-dama Virginia Mendes conheceu, nesta quarta-feira (01.09), os projetos desenvolvidos pelas pesquisadoras Mayara Peron, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e Angela Rocha, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT), contemplados no edital ‘Mulheres e Meninas na Computação, Engenharias e Ciências Exatas e da Terra’, da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapemat).

Virginia Mendes é madrinha do projeto, que foi lançado no dia 08 de março deste ano, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, e tem como objetivo aumentar a participação do público feminino nessas áreas de atuação, onde o maior público de profissionais é o masculino.

Ao todo, 13 projetos foram selecionados pelo edital e serão financiados pelo Governo de Mato Grosso, com investimento de mais de R$ 1 milhão.  

Para o presidente da Fapemat, o apoio da primeira dama Virgínia Mendes para a realização do edital é de extrema importância.

“A primeira-dama do Estado foi sensível a nossa proposta, apadrinhando esse projeto, e o governador Mauro Mendes liberou mais de R$ 1 milhão para esse primeiro edital. Então podem ter certeza que esse apoio foi muito importante e a partir desses projetos nós teremos muitos resultados que serão revertidos em serviços e produtos úteis a sociedade”, destacou Marcos de Sá.

A primeira-dama Virginia Mendes parabenizou e destacou o pioneirismo das mulheres pesquisadoras que estão entrando em um universo basicamente masculino.

“Para nós é uma parceria muito importante entre o Governo de Mato Grosso e a Fapemat. Somos o terceiro Estado que está fazendo esse tipo de investimento, e é um orgulho para todos. É gratificante poder contribuir com algo que ajuda no empoderamento feminino, já que elas lutam pelo reconhecimento profissional dentro de uma área que é dominada pelos homens”, disse Virginia Mendes.

Participaram da reunião a suplente de senadora, Margareth Buzetti, o presidente da Fapemat, Marcos de Sá Fernandes e a coordenadora de Pesquisa da Fundação, Lívia Mondim.