Pular para o conteúdo
Voltar

Governo de MT participa do Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração – PELD

O Estado de Mato Grosso possui três ecossistemas, cerrado, floresta tropical e pantanal, daí a importância da participação no Programa
Widson Ovando | FAPEMAT

Pantanal Mato-grossense - Foto por: Secom/Governo de MT
Pantanal Mato-grossense
A | A

O Governo do Estado de Mato Grosso reconhecendo a importância das políticas públicas ambientais e dos projetos em pesquisa para salvaguardas socioambientais participa por intermédio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), da Chamada do Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração – PELD, com o objetivo de selecionar propostas para apoio financeiro a projetos de sítios de pesquisa ecológica de longa duração em ecossistemas brasileiros, e que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do país.

O Estado de Mato Grosso possui três ecossistemas, cerrado, floresta tropical e pantanal, daí a importância da participação no Programa PELD, que financia uma rede de sítios de pesquisas distribuídos nos diferentes biomas brasileiro.

Os pesquisadores matogrossense poderão desenvolver projetos que abrangem estudos em diversas áreas com ampla oportunidade,como por exemplo: mudanças climáticas, perda, fragmentação e degradação de ambientes naturais, destruição de hábitats, super exploração, invasão de espécies, assim como ações de conservação e/ou restauração de ecossistemas nativos, tendo em vista a sustentabilidade ambiental.

O Programa é uma ação do o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), no conjunto de suas Fundações.

As propostas podem ser submetidas até o dia 14/09/2020 pela Plataforma Integrada Carlos Chagas e devem observar as condições específicas estabelecidas na Chamada Pública referentes aos requisitos relativos ao proponente, cronograma, recursos financeiros a serem aplicados nas propostas aprovadas, origem dos recursos, itens financiáveis, prazo para execução dos projetos, critérios de elegibilidade, critérios e parâmetros objetivos de julgamento e demais informações necessárias.

Parceria Federal – CNPq e MCTI

As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor global de R$ 15.000.000,00 (quinze milhões de reais), sendo R$ 14.000.000,00 (quatorze milhões de reais) oriundos do orçamento do CNPq e R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) oriundos do orçamento do MCTI, a serem liberados de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira do CNPq. Quanto aos recursos federais, as propostas de sítio de pesquisa PELD poderão solicitar o valor máximo de financiamento de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais). Desse valor, até R$ 100.000,00 (cem mil reais) poderão ser solicitados em custeio e até R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) em bolsas.

Parceria Estadual – Confap e FAPs

As propostas aprovadas poderão ser cofinanciadas pelas Fundações Estaduais de Amparo a Pesquisa (FAPs) com até R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) por proposta de sítio PELD e deverão seguir a ordem de classificação das propostas nos respectivos estados. Os recursos solicitados para as FAPs poderão ser utilizados em Custeio e Capital e deverão observar os itens financiáveis por cada agência.

Confira abaixo a relação de FAPs que aderiram a Chamada:

– Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (FAPEAL)
– Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM)
– Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá (FAPEAP)
– Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB)
– Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP)
– Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF)
– Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (FAPES)
– Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG)
– Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA)
– Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
– Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUNDECT)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (FAPEMAT)
– Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (FAPESQ)
– Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE)
– Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI)
– Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA)
– Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado Rio de Janeiro (FAPERJ)
– Fundação de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (FAPERO)
– Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS)
– Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC)
– Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (FAPESP)

Cronograma da Chamada PELD:

Lançamento da Chamada: 28/07/2020

Prazo para impugnação da Chamada: 07/08/2020

Data limite para submissão das propostas: 14/09/2020

Julgamento: 19 a 23/10/2020

Divulgação do resultado preliminar do julgamento no Diário Oficial da União, por extrato, e na página do CNPq na internet: 30/10/2020

Prazo final para interposição de recurso administrativo: 12/11/2020

Divulgação da decisão no Diário Oficial da União, por extrato, e na página do CNPq na internet: 30/11/2020

 

Clique aqui e acesse a Chamada do Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração – PELD 

 

Esclarecimentos e informações adicionais acerca desta Chamada poderão ser obtidos pelo endereço eletrônico atendimento@cnpq.br ou pelo telefone (61) 3211-4000.