Pular para o conteúdo
Voltar

FAPEMAT participa 71ª reunião da SBPC

Fapemat participa da 71ª reunião da SBPC em Mato Grosso do Sul Cerca de 15 mil pessoas são esperadas para participar das mais de 250 atividades

A Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat) participa, nesta semana, entre os dias 21 e 27 de julho, da 71ª edição da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). A Reunião Anual da SBPC é considerada o maior evento de divulgação científica da América Latina. Cerca de 15 mil pessoas são esperadas para participar das mais de 250 atividade.

Realizado na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em Campo Grande, o evento traz uma programação com mais de 250 atividades, entre elas a ExpoT&C- um pavilhão dedicado à apresentação de atividades desenvolvidas por entidades científicas.

O Presidente da Fapemat, Prof. Adriano Silva ressaltou que a” Ciência Inovação e Tecnologia é o grande tripé para o crescimento dos estados, temos de investir em pesquisa como forma de direcionamento para saber onde poderemos investir com segurança, Mato Grosso é um estado com grande potencial de desenvolvimento econômico, com uma biodversidade maravilhosa e uma referência no agronegócio, temos de desenvolver outras matrizes , e isso podemos atingir com a CT&I”.



Temática

Representando o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, o secretário-executivo Julio Francisco Semeghini Neto ressaltou a importância do tema da reunião anual da SBPC deste ano: “Ciência e Inovação nas Fronteiras da Bioeconomia, da Diversidade e do Desenvolvimento Social”. Ele também destacou o empenho do Ministério em buscar investimentos da ciência, tecnologia e inovação, e de lançar novos programas no fomento à pesquisa, como o Programa Ciência na Escola e o Instituto Nacional de Pesquisas Oceânicas (Inpo) que deve ser divulgado em breve.



O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, destacou a importância do evento para o Estado, que recebe pela primeira vez uma reunião da SBPC e a importância da ciência para todo o País. “O mundo globalizado impôs a todos os setores da sociedade enormes desafios e a ciência tem papel extraordinário nessas transformações que estamos vivendo”, destacou. Ele reforçou ainda a importância da Fundect para o Estado e a necessidade do fortalecimento da instituição para suprir as demandas de investimentos ao cientistas do Estado.

Atividades

Durante a reunião anual da SBPC em Campo Grande também será lançado o livro “Ciência, Responsabilidade Social e Soberania: O Legado da 70ª Reunião Anual da SBPC em Alagoas”, pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas (Fapeal), com texto do jornalista Rodrigo Cavalcante. O livro faz um relato da última reunião da SBPC, realizada em Maceió, com apoio da Fapeal, que envolveu 45 mil pessoas de público circulante, nos três campi da Ufal, de 19 a 28 de julho de 2018. Além de preservar a memória de um acontecimento único para o Estado, o livro também serve como mais um dos marcos para as sete décadas de existência da SBPC, que é a maior associação científica de toda a América Latina.

A SBPC foi criada em 1948 e é uma entidade voltada à defesa do avanço científico e tecnológico e do desenvolvimento educacional e cultural do Brasil. Atualmente tem 142 sociedades científicas associadas, em todas as áreas do conhecimento, e cerca de 5 mil sócios ativos. A cada ano, a Reunião Anual da SBPC é realizada em um estado brasileiro, sempre em universidade pública. O evento reúne milhares de pessoas, com os objetivos de debater políticas públicas nas áreas de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação e de difundir os avanços da Ciência nas diversas áreas do conhecimento para toda a população.